Cirurgia para reversão de laqueadura: é possível reverter a laqueadura?

E se você mudar de ideia? Essa é a pergunta que toda mulher escuta no consultório médico quando decide realizar uma cirurgia de laqueadura das trompas uterinas. Geralmente, a mulher opta por realizar a cirurgia de laqueadura quando não quer ter mais filhos, porém ela pode vir a mudar de ideia e decidir engravidar novamente. Nesse caso ela tem a opção de realizar a reversão de laqueadura, cirurgia para a recanalização das tubas uterinas, um processo conhecido como reanastomose tubária. 

A cirurgia de reversão de laqueadura é indicada pelo ginecologista obstetra após uma avaliação da saúde, das condições da cirurgia anterior (a que levou à esterilização dessa paciente) e, é claro, das suas condições reais de vir a engravidar novamente. Somente o médico no consultório poderá dizer se uma mulher pode ou não fazer esse procedimento e se ele tem chances de ser bem-sucedido, ou seja, se ela terá chances de conseguir engravidar novamente após a reversão da laqueadura.  Todos esses fatores devem ser avaliados pelo profissional de saúde que acompanha essa mulher, contudo aqui vão alguns fatores que você deve considerar se estiver interessada em reverter uma laqueadura.

Você tem interesse em realizar uma cirurgia de reversão de laqueadura? Clique aqui e conheça a plataforma SYN. Orçamentos únicos e mais econômicos para você realizar sua cirurgia particular com economia e segurança. 

Como é feita a cirurgia de reversão de laqueadura?

Na cirurgia de laqueadura as trompas de falópio são bloqueadas ou cortadas, impedindo a gestação. 

A reversão de laqueadura é um procedimento cirúrgico complexo que visa a recanalização dessas tubas para que a mulher volte a ter a capacidade de engravidar. Esse processo é chamado de  reanastomose tubária e pode ser feita por intervenção cirúrgica tradicional ou por laparoscopia (videolaparoscopia), método que utiliza câmera e vídeo durante a cirurgia. 

Assista ao vídeo da SYN sobre a cirurgia de reversão de laqueadura:

Tem como reverter laqueadura de trompas cortadas? Quais as chances de sucesso?

Sim. O processo de recanalização das trompas pode ser realizado pela cirurgia de reversão de laqueadura.  Em alguns casos as taxas de sucesso após o procedimento podem chegar a 70%. No entanto, as chances de uma futura gestação também dependem de outros fatores como idade, fertilidade e outras condições de saúde da paciente. 

Quanto tempo depois da reversão da laqueadura a mulher pode engravidar de novo?

O prazo pode variar de mulher para mulher, mas, em média, o tempo necessário para avaliar se houve sucesso na reversão da laqueadura é de seis a doze meses após a cirurgia.

 

Quais as chances de engravidar depois da reversão de laqueadura?

As chances da mulher voltar a engravidar após a reversão de laqueadura é de mais ou menos 40%. No entanto, alguns outros fatores podem contribuir muito para aumentar ou diminuir esse percentual. A idade, por exemplo, é um fator muito importante a ser considerado para determinar as possibilidades de sucesso. Estima-se que as mulheres mais jovens, ou seja, com menos de 35 anos, tenham maiores chances de uma nova gravidez, podendo chegar a 80% de probabilidade. É essencial que a mulher converse com o médico que a acompanha para avaliar suas reais condições de saúde e, assim, avaliar suas possibilidades. 

Leia também: SYN Saúde lança serviço de financiamento de cirurgias particulares

Quais os motivos que levam uma  mulher laqueada mudar de ideia?

Os motivos que levam uma mulher a desistir da laqueadura e buscar uma cirurgia para reversão do procedimento são muitos e muitos deles podem estar relacionados às condições psicológicas, financeiras e até sociais que essa mulher enfrentava no momento em que optou pela laqueadura das trompas.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 40% das mulheres brasileiras realizam uma cirurgia de laqueadura entre os 20 e 30 anos, ou seja, quando ainda são muito jovens. As condições no Brasil para a realização de uma esterilização permanente, de acordo com a Lei nº 9263/96, que garante o direito ao planejamento familiar, incluem ter mais de 25 anos ou dois filhos vivos. Portanto, se uma mulher maior de 18 anos tiver dois filhos vivos e quiser fazer a cirurgia de laqueadura, ela tem o direito ao procedimento, inclusive pelo Sistema Único de Saúde (SUS). 

Apesar de a possibilidade de desistência ser consideravelmente reforçada pelos médicos e equipes de planejamento familiar, como frisado no início desse artigo, ainda assim muitas mulheres optam pela laqueadura para evitar uma nova gestação naquele momento.  Caso venham a mudar de ideia anos mais tarde e decidem engravidar novamente, as mulheres laqueadas podem realizar a cirurgia de reversão da laqueadura anterior. No entanto, a reversão de laqueadura não pode ser facilmente realizada pelo SUS. Segundo o Ministério da Saúde, nem todas as unidades do SUS oferecem encaminhamento para o procedimento, portanto as chances de realizar a reversão de laqueadura pelo SUS são bastantes remotas.

Quanto custa uma cirurgia de reversão de laqueadura?

Você já leu aqui que reverter a laqueadura é possível e que a taxa de sucesso da operação pode passar de 70%. Agora vamos falar sobre quanto custa a cirurgia de reversão de laqueadura. O procedimento pode ser feito pelo plano de saúde ou pela rede particular. O valor do investimento para a cirurgia de reversão de laqueadura pode variar entre R$ 5 mil a R$ 20 mil, dependendo de diversos fatores como os honorários do médico, técnica empregada no procedimento e custos hospitalares.

Se você quer realizar uma reversão de laqueadura, clique aqui e conheça as facilidades da plataforma SYN. Orçamentos únicos, mais econômicos e previsíveis e, ainda, com a possibilidade de financiar, parcelar ou refinanciar a sua cirurgia.

Gostou do conteúdo? Então compartilhe...

2 respostas

    1. Olá Daniela, tudo bem? Entre em contato com a SYN pelo nosso whatsapp para saber se há algum médico parceiro na sua cidade ou se há possibilidade de ser atendida nas cidades onde a SYN atua. Boa sorte!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados